Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Utopias Concretizaveis

Utopias Concretizáveis é um espaço em busca de um mundo melhor, através dos sentidos, sentimentos e pensamentos da autora, nas suas reflexões intimistas e, quiçá, inspiradoras, marcadamente politizadas.

Utopias Concretizaveis

Utopias Concretizáveis é um espaço em busca de um mundo melhor, através dos sentidos, sentimentos e pensamentos da autora, nas suas reflexões intimistas e, quiçá, inspiradoras, marcadamente politizadas.

19
Dez23

Portugal Fracassado

Portugal-flag-e1498560175410.jpg.

Portugal nasceu da birra e briga de um filho com sua mãe....Coisas que acontecem com bem mais frequência do que pensamos...Nasceu, estendeu-se e consolidou-se territorialmente. Sempre sob a vigência de um reinado, que passava de pai para filho, independente da idade, carácter, cultura e educação da criatura do sexo masculino (como não poderia deixar de ser). Décadas e centenas de anos nesta coisa do costume. O rei manda, o povo obedece. Assim, depois de uma monarquia absolutista passámos a ser uma monarquia constitucional. O que mudou? A existência de uma constituição que trazia consigo as ideias iluministas da época, a clara separação tripartida dos poderes e mais umas quantas (ir)relevantes inovações, como o nascimento de partidos políticos. O "lobby" da igreja e dos "nobres" esse vem do século XII, sem eles não haveria rei (decepavam-no num piscar de olhos....por isso teve de passar a distribuir as "prebendas"). Da monarquia constitucional de 1820 até 1910 houve o sistema rotativista bipártidário, entre partidos estáveis porém permeáveis às novas ideias vindas de fora. O povo estava descontente (ou uma parte do "povo"), mataram o rei, e o sistema fracassou. Colocando a causa colectiva da pobreza e do descontentamento pelo esbulho na figura do rei (que de facto acontecia e sempre aconteceu) o povo mudou de regime. De monarquia passámos à Republica. Nada mais óbvio e justo. Porém, também a republica fracassou, por diversos motivos, nomeadamente a inexistencia, ou fraca institucionalização de poderes publicos. Por isso, há uma pouco menos de cem anos instalou-se em Portugal um regime ditatorial, como consequência deste fracasso da 1a república.

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D